Web Analytics

O que são Dentes Tortos e como tratar?

Dentes Tortos

Os Dentes Tortos podem ter várias causas, e o tratamento adequado para endireitar ou alinhar os dentes pode variar de acordo com essas mesmas causas, idade, condição estética e gravidade do problema.

Além dos dentes tortos, os pacientes costumam usar várias outras expressões populares para se referir ao problema, como “dentes encavalitados”, “dentes entrelaçados”, “dentes torcidos”, etc. No entanto, dentes tortos são clinicamente conhecidos como apinhamento dentário. A falta de espaço é uma das principais razões para dentes apinhados. Mas não é apenas a falta de espaço que causa dentes tortos. Veja mais informações sobre as causas de dentes tortos ou apinhados.

Causas

Na primeira abordagem, as causas dos dentes tortos ou apinhados tendem a ser genéticas. Essa informação genética determina o tamanho dos dentes e dos maxilares, que são herdados e, se não homogêneos, podem significar que o tamanho dos dentes e dos maxilares não é proporcional.

As deformidades faciais, que também têm causas genéticas ou são causadas durante o parto, também podem levar a dentes mal posicionados ou tortos.

Mas não é apenas a genética que causa o problema. O desenvolvimento de hábitos assistivos como chupar o dedo, morder a tampa ou a ponta de um lápis, roer unhas, pressão excessiva sobre os dentes da língua e uso prolongado de chupeta em um bebé também pode levar a dentes desalinhados que podem variar de leve a grave.

Ocorre também que, por causa do dente do siso, quando não há espaço suficiente para erupcionar, os incisivos começam a sentir um leve apinhamento, que pode estar relacionado à “pressão de erupção” exercida nos demais molares, acompanhando sua impacto na área anterior. Essa condição tende a ocorrer com mais frequência na mandíbula, tornando os dentes inferiores tortos.

Outras causas mais incomuns, mas também possíveis, de dentes tortos estão relacionadas a situações traumáticas (golpes e quedas) e dificuldade de respirar pela boca ao respirar pelo nariz. No caso das crianças, como a mandíbula ainda está crescendo, esse comportamento afeta o crescimento da mandíbula, fazendo com que ela fique desafinada em tamanho.

Por fim, mas também importante de referir, a falta ou perda de um ou mais dentes, pelos problemas que podem originar ao nível das alterações na oclusão entre os maxilares, também irão originar uma movimentação indesejada dos dentes ao longo da vida, fazendo-os ficar tortos.

Repercussões

Dentes apinhados ou tortos são uma das condições esteticamente mais prejudiciais na face, e é por isso que é uma causa comum para os pacientes visitarem o dentista para alinhar os dentes. No entanto, outros motivos que não a estética alertam o paciente, sobretudo um aumento da frequência de sua tendência a morder no interior dos seus lábios e bochechas, bem como a má oclusão que causa dores de cabeça associadas em alguns casos e a problemas ao nível da articulação entre os maxilares

De fato, além de vários efeitos a nível funcional, dentes apinhados também podem afetar a autoestima, pois pessoas com dentes desalinhados, seja por apinhamento, de saliência para fora ou inclinação para dentro, podem ser vistos como um sorriso reprimido, afetando a sua vida social.

Esta situação torna-se mais relevante nas situações de dentes da frente tortos por se encontrarem mais expostos aos olhares dos outros, e que tende a acentuar-se após a erupção dos dentes caninos.

Como corrigir os dentes tortos?

Deve ser feita uma avaliação correcta caso a caso. Depois do médico dentista avaliar cada o seu caso específico, dá-se início ao tratamento adequado.

O tratamento mais comum para corrigir dentes tortos é o aparelho ortodôntico ou dentário que é usado para corrigir ou alinhar a posição dos dentes.

Hoje em dia, a aplicação de aparelhos está muito mais avançada do que há uns anos e existem diferentes alternativas no mercado.

A duração do dispositivo dependerá da técnica utilizada para a correção e da gravidade do desalinhamento. No caso de dentes muito tortos, a duração do tratamento será prolongada por vários meses, podendo muitas vezes ser mesmo necessário recorrer a extrações para obter o espaço necessário para o alinhamento. Em outras palavras, um ou mais dentes podem precisar ser extraídos antes ou durante o tratamento de aparelhos para tratamento.

A duração média do tratamento ortodôntico ou correção com aparelhos dentários é entre 12 e 36 meses (1 a 3 anos), exigindo ativação mensal para aparelhos fixos e normalmente a cada 2 meses para aparelhos removíveis.

No caso de existir espaço para isso, outra solução de tratamento que se pode tornar mais rápida é a utilização de uma prótese fixa, colocando uma coroa ou ponte dentária. Normalmente são feitas em cerâmica que são cimentadas em posição alinhada sobre os dentes tortos. Neste caso esses dentes são previamente desgastados e na maior parte das vezes também desvitalizados, enfraquecendo a sua estrutura.

Quanto custa corrigir os dentes tortos?

O preço varia consoante a solução ideal e a gravidade da situação.

Os especialistas na DentalArt recomendar-lhe-ão a melhor solução no seu caso.

Posts relacionados

Preferências de Privacidade
Quando visita o nosso website, pode armazenar informações através do seu navegador a partir de serviços específicos, geralmente sob a forma de cookies. Aqui pode alterar as suas preferências de privacidade. Note que o bloqueio de alguns tipos de cookies pode ter impacto na sua experiência no nosso sítio web e nos serviços que oferecemos.